Transformados de glória em glória

quarta-feira, 1 de março de 2017


Moisés quando esteve face a face com o Senhor teve o rosto transformado, o seu rosto começou a brilhar intensamente resplandecendo a glória de Deus. Ele teve que usar um véu para que o povo de israel não tivesse medo dele. E o apóstolo Paulo diz que até hoje esse véu está sobre o coração das pessoas que não conhecem Jesus, pois quando conhecem Jesus elas são libertas desse véu. Esse véu significa a cegueira espiritual.
Em 2 Coríntios 3 versículos de 13 a 16 diz:

E não somos como Moisés, que punha um véu sobre a sua face, para que os filhos de Israel não olhassem firmemente para o fim daquilo que era transitório. 14 Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; 15 E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. 16 Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará. 

Mas quando conhecemos Jesus esse véu é retirado, somos livres. Conseguimos ser transformados pelo Espírito Santo.

17 Ora, o Senhor é o Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. 18 Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.

Se temos o Espirito Santo morando dentro de nós, nós temos que ser transformados e refletir a glória do Senhor que há em nós. Se isso não ocorrer alguma coisa está errada. Não é possível termos o Espírito de Deus habitando em nossos corações e continuarmos as mesmas pessoas que sempre fomos. É necessário que haja uma mudança de comportamento, de atitudes e principalmente de caráter.
Quando temos a unção do Espirito Santo em nossas vidas há uma necessidade de transformação. Quanto mais buscamos, mais somos transformados.

Texto de Wilma Banegas


 

0 comentários :

Postar um comentário