Por que o crente não deve ser maçom?

quarta-feira, 2 de agosto de 2017




Além de promover uma ideia muito errada de Deus, a maçonaria ensina que somos salvos por aquilo que fazemos, não pela nossa fé em Jesus (Romanos 3:28).

O maçom também deve ajudar e proteger outro maçom a todo custo, mesmo se não for correto. A Bíblia diz que não devemos promover a injustiça, mas exortar nossos irmãos a fazer o que é certo.

A Bíblia também avisa contra as práticas e os rituais secretos, porque normalmente não são bons (Efésios 5:11-13). O que é bom e vem de Deus não se oculta. 

A maçonaria pode parecer neutra e inofensiva, mas na verdade o seu ensino sobre Deus (e várias outras coisas) é errado. Ser maçom é dizer ao mundo que você concorda com os seus princípios.

A Bíblia diz para termos cuidado para não sermos enganados e para ficar longe de coisas erradas
(1 Coríntios 15:33-34).

Se você está envolvido com a maçonaria, saia e peça perdão a Deus, renunciando os juramentos que você fez como maçom.

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” - 1 João 1:9.

O que é maçonaria? 

A maçonaria é uma sociedade com práticas secretas, que surgiu há poucos séculos e que acredita na existência de um deus, que os maçons chamam de Grande Arquiteto do Universo. Para a maçonaria, não importa qual sua religião, todas têm o mesmo deus, mas com nomes diferentes.

Isso é contrário à Bíblia, que deixa muito claro que só o Senhor é Deus e adorar outros deuses é pecado (Deuteronômio 6:13-15).

Como pode Deus, que veio à terra em forma humana, ser igual a Alá, que jamais se tornaria homem? “Que harmonia entre Cristo e Belial?” - 2 Coríntios 6:15.

Embora negue ser uma religião, a maçonaria tem vários rituais, símbolos e ensinos que têm caráter religioso. Também promove obras de caridade, porque acredita que as pessoas vão para o Céu por causa das coisas boas que fazem. Só se entra na maçonaria por convite e não se pode ter certeza do número de membros porque muitos preferem ficar anônimos.

Se você puder comprar o livro Maçonaria, o outro lado da luz de William Schnoebelen, um ex-maçom grau 32,  convertido ao evangelho de Jesus Cristo, verá com muito mais clareza as várias razões porque um crente não pode ser maçom. Veja a capa abaixo:






Créditos: Respostas

0 comentários :

Postar um comentário